ARTIGOS

MEUS ARTIGOS

Untitled Document

Os vários papeis que temos em nossa vida!

Hoje quero leva-lo a uma reflexão sobre o que você faz e como faz nos mais variados papeis de sua vida. Independente de quem você é ou o que faz, naturalmente está inserido em grupos e para cada grupo você tem um papel.

Começamos a exercer esses papeis desde muito cedo, pois quando nascemos iniciamos como filho, porém seu papel é se alimentar, chorar e realizar algumas necessidades fisiológicas. Depois passamos a compreender o papel de filho e isso nos trás mais responsabilidades e nos coloca em outros papeis, como sobrinho, primo, neto e etc.

Vamos a escola, e passamos a exercer o papel de aluno e começamos ciclos de amizades que nos trazem outros papeis e juntos mais responsabilidades e atribuições. Dai passamos a trabalhar e o trabalho nos obriga a exercer o papel de funcionário, colega de trabalho, se for o caso de líder. Ah! Ainda tem, os nossos relacionamentos amorosos que se evoluir para um casamento teremos também o papel de esposo, genro, cunhado e se vier um filho o papel de pai.

Ao longo da vida, são muitos papeis e é exatamente o ponto em questão aqui!

Quantos e como você é em cada um desses papeis?

Vou sugerir um pequeno e divertido exercício, pegue uma folha de papel e um lápis. desenhe um circulo no meio da folha e coloque seu nome, sendo você nesse circulo central e comece fazer outros círculos ao seu redor, colocando em cada um desses círculos o nome de cada papel que você exerce na sua vida. Você vai se surpreender com o resultado!

Feito o exercício, agora pense em como você é o que faz em cada um desses papeis. Eles estão congruentes? Estão alinhados? São semelhantes? E seus valores, você consegue percebê-los ao exercer esses papeis? Quantos desses papeis estão longe ou perto de sua essência? Quais os sentimentos ao exercê-los você tem?

Dedique um tempo para cada papel e responda as perguntas. Respondendo essas e outras perguntas que você venha a desenvolver, vai lhe permitir perceber o que e qual papel precisa ser revisto. Ao perceber isso, assegure-se de que o papel que por ventura queira modificar, só depende de você, pois caso contrario correrá o risco de colocar os ajustes de sua vida na mão de outras pessoas.

Existe uma frase que diz: Nascemos originais e morremos cópia! Isso acontece por talvez ao longo da vida passarmos a exercer nossos papeis com base em modelos e assim nos afastarmos de nós mesmo.

Seja sempre a melhor versão de si mesmo em cada papel exercido em sua vida, buscando sempre a espontaneidade no que venha a fazer.

Abraços,

Marcos Mazullo


PÁGINA PRINCIPAL
  • Início
  • Biografia
  • Frases
  • Vídeos
  • Contato


  • DEIXE SEU RECADO



    Enviar

    Todos os direitos reservados | Marcos Mazullo - www.mazullo.com.br